1
dez
2015
1

Pratos congelados: mitos e verdades

Com a correria do dia a dia, as pessoas não costumam ter muito tempo para realizar tarefas simples como reencontrar os amigos, fazer compras e até mesmo preparar a sua própria comida. Quem consegue planejar-se aos finais de semana, até arrisca-se em congelar alguns pratos prontos ou alimentos semi-preparados para serem descongelados no decorrer da semana, mas e quem não dispõe desse tempo e paciência?

Foi para atender a este público que surgiu o Tá na Mesa, que oferece pratos prontos congelados, sempre com ingredientes devidamente selecionados.

Mesmo que seja uma prática saudável, há quem “torça o nariz” para esse tipo de alimentação, por desconhecer os benefícios que um prato congelado pode oferecer a sua saúde. Confira agora alguns mitos desvendados sobre os pratos congelados.

Os alimentos congelados perdem nutrientes?

Existem pessoas que evitam consumir pratos congelados devido à perda de nutrientes. Todos os alimentos congelados perdem algumas propriedades nutritivas, da mesma forma que um alimento mal preparado em casa pode perder, porém a perda é insignificante.

Portanto, vale muito a pena consumir legumes congelados, por exemplo, do que não consumir, justamente para manter uma dieta equilibrada na sua alimentação. Como o Tá na Mesa conta o apoio de uma nutricionista no preparo e congelamento dos alimentos, todos os pratos oferecidos foram planejados para que os clientes absorvam o máximo do sabor, sem perder os nutrientes.

O que não pode acontecer é congelar o prato pela segunda vez. Além de perder uma grande parte dos nutrientes, seu prato estará propenso à contaminação de bactérias, o que poderá estragar o seu alimento.

Alimentos congelados não vencem?

Assim como qualquer outro alimento, os congelados estão sujeitos a uma data de validade, já que a presença do ar nas moléculas também permite o processo de oxidação em baixas temperaturas. Por isso, alguns alimentos devem ser consumidos em até três meses. Se você deseja manter um bom ambiente para que seu congelador mantenha os pratos congelados, faça a limpeza quinzenalmente para evitar o crescimento do gelo e fique atenta a temperatura, para que os alimentos não corram o risco de vencer antes do prazo.

Uma regra simples a seguir neste caso é orientar-se a partir do alimento que exige menor temperatura. Carnes e frangos devem ser conservados em até 4ºC, peixes até 2°C, hortifrutis cozidos até 4°C, embutidos e laticínios até 4°C e molhos até 6°C.

Todos os alimentos podem ser congelados?

Não existe nenhum tipo de alimento que não possa ser congelado, o que acontece é que alguns perdem consistência e sabor quando submetidos a baixas temperaturas. Por isso, os pratos congelados são elaborados para oferecerem o mínimo de alteração e o máximo de sabor quando reaquecidos.

Sopa pode ser congelada?

Não há contraindicação sobre o congelamento de sopas, já que o alimento foi preparado e esteve em temperatura alta. O que não pode fazer é deixar a sopa exposta, esfriando. Tem que ser consumida assim que aquecer.

Agora que você teve um pouco de informação sobre os pratos congelados, o que acha de abrir mão de comer em algum food truck ou fast food, para pedir uma deliciosa sopa congelada ou mesmo um escondidinho de carne seca?

Para uma maior segurança na hora de completar sua compra, o Tá na Mesa oferece 3 formas de pagamento: O PagSeguro, o PayPal (pagamento pelo website) e o pagamento na entrega (Alelo, Ticket Restaurante, Sodexo, Alello, VR e Cartões de Crédito e Débito: Visa e Mastercard ou em Dinheiro).

You may also like

Receita: Bolo de carne
Frango Recheado Com Creme De Espinafre
Dica: Dieta Low Carb X Dieta sem carboidrato
Marmita fit: ideias de almoço pra levar pro trabalho (e economizar!)

Deixe uma resposta